Mulher se oferece para ser barriga de aluguel e dá à luz o neto

27 de agosto de 2012

26/08/12 15:40 Atualizado em 26/08/12 15:47  

Mulher se oferece para ser barriga de aluguel e dá à luz o neto

Angel e Linda, grávida do neto
Angel e Linda, grávida do neto Foto: Reprodução / Mail Online
Extra Online
Uma mulher de 49 anos da cidade de Madawaska, nos Estados Unidos, deu à luz o neto. Linda Sirois gerou o bebê da filha, Angel Hebert, de 25 anos. Segundo o site “Mail Online”, a jovem tem um problema no coração e uma gravidez colocaria em risco a vida dela.
Durante anos, Linda prometeu que seria barriga de aluguel para a filha, caso os médicos a proibissem de engravidar. Quando chegou a hora, Angel e o marido, Brian, aceitaram a proposta. O óvulo de Angel foi fertilizado com o esperma de Brian e implantado na mãe. O pequeno Madden nasceu saudável, no dia 13 de agosto.
– O tempo todo, minha mãe dizia: ‘Eu estou aqui e posso servir de barriga de aluguel para você’. Eu acho que nós realmente não a levávamos a sério sobre isso – contou Angel. – Eu liguei para ela no verão passado e eu disse algo como “Então, você sabe aquela oferta que você vive oferecendo? Ela ainda está de pé? “.
Madden com a mãe (esquerda) e com a vovó, ainda na maternidade
Madden com a mãe (esquerda) e com a vovó, ainda na maternidade Foto: Reprodução / Mail Online
A maior parte das clínicas de fertilidade se recusaram a realizar o procedimento. Até que uma clínica na cidade de Lexington, em Massachusetts, nos Estados Unidos, aceitou fazer a fertilização, impondo condições rigorosas para tal.
Linda engravidou logo na primeira tentativa. Segundo ela, apesar dos 49 anos, a gestação do neto foi mais fácil do que as três anteriores. Ela não teve enjoos ou qualquer complicação.
– Eu não tenho filhos pequenos ao redor, o que tornou tudo mais fácil dessa vez – explicou Linda.
Família reunida na maternidade
Família reunida na maternidade Foto: Reprodução / Mail Online
A família diz que recebeu apoio de amigos e até de desconhecidos, para realizar o procedimento. E Linda garante que sempre pensou no bebê como o neto, e nunca como o próprio filho.
Angel e Brian com o filho e Linda, na sala de parto

– Eu me vi como uma babá cuidando do meu neto por alguns meses. Foi o bebê da minha filha o tempo todo. Eu era apenas um espaço para viabilizar sua vinda.
Angel e Brian com o filho e Linda, na sala de parto Foto: Reprodução / Mail Online
——————————————————————————-
CEBID – Centro de Estudos em Biodireito

Equipe Cebid

Centro de Estudos em Biodireito

Assuntos

Mais lidas

Mais conteúdo

Eventos

Receba novidades por email